Salvação pela Graça!!!

Por Nelsinho [Nelson Muzel Neto]

Temos a graça pela Obra de Cristo, para que pela graça possamos conhecer a Deus e , assim, possamos saber “qual a esperança do seu chamamento, qual a riqueza da glória da sua herança nos santos e qual a suprema grandeza do seu poder; o qual exerceu Ele em Cristo, ressucitando-o dentre os mortos e fazendo-o assentar à sua direita nos lugares celestiais” (Ef 1:18-20), vivendo, a partir daí, pela graça e para a glória de Deus. 

É somente pela graça, mediante a fé, que podemos nos apropriar da revelação (Palavra de Deus, a Bíblia, onde tudo o que Deus queria que soubéssemos dEle e sobre Ele, já está revelado), com atos e palavras feitas por Deus. Deste modo, Deus nos ilumina através do Espírito Santo, para que possamos entender sua revelação nas Escrituras. 

A revelação antecede a fé (Rm 10:17; Gl 3:3,5). Pela revelação, mediante a iluminação do Espírito, o homem é subjugado por Deus, respondendo positivamente com fé. A resposta do homem é apenas uma evidência da eleição de Deus. Veja os textos abaixo: 

·      Jo 15:16: “Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, Eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis frutos e que o vosso fruto permaneça…” 

·      At 15:11: “Mas cremos que fomos salvos pela graça do Senhor Jesus, como também aqueles o foram.”

 ·      Rom 11:5,6:  “Assim, pois, também agora, no tempo de hoje, sobrevive um remanescente segundo a eleição da graça. E se é pela graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça JÁ NÃO É GRAÇA!”

 

Desde a eternidade Deus já havia nos escolhido para sermos salvos.

Desde a eternidade Deus já havia nos escolhido para sermos salvos.

Perceba que a escolha é EXCLUSIVAMENTE DELE! Ele nos escolheu pela sua graça, para que assim, depois de salvos, possamos dar frutos , ou seja, para que nós possamos viver conforme o Espírito Santo nos orientar e nos capacitar.

 Alguns cristãos aceitam a idéia de que, de alguma maneira, o crente, uma vez salvo, ainda poderá perder a sua salvação se houver uma falha na sua perseverança. Acredito que, se for verdade que o crente é capaz de perder sua salvação, logo a salvação seria uma mistura de nossos próprios atos de justiça com algum auxílio divino. Em outras palavras, a salvação seria efetuada parcialmente por Deus e parcialmente pelo homem!

 E baseado nisso, devemos peguntar: já que diante de Deus não existe pecado maior ou menor, qual é a linha divisória para que eu perca a minha Salvação? Quantos pecados eu cometo ou a qualidade deles?

 Será uma contradição fazer com que a Salvação dependa em parte das nossas obras de justiça, e em parte da graça de Deus! Ou será totalmente pela graça, ou totalmente por meio das nossas obras, mas nunca uma mistura das duas!

Porém, também creio que a nossa perseverança (firmeza) será uma PROVA CERTA DA LEGITIMIDADE DA NOSSA PROFISSÃO DE FÉ EM CRISTO! Somente os crentes verdadeiramente salvos é que PERSEVERAM ATÉ O FIM!

·      Hb 6: 4-8:  Este texto seria o único texto que poderíamos usar como um bom argumento para dizer que podemos perder a nossa Salvação. Porém, a minha pergunta é, esses Hebreus a quem o autor se refere, eram realmente crentes? O que ele nos mostra é que eles provaram da iluminação do Espírito, da boa palavra de Deus e até dos poderes do mundo vindouro, porém, desprezaram isso como verdade e não quiseram viver para isso! Muito diferente de se arrepender dos pecados e viver em Cristo, e mesmo assim, pecar.

Se analizarmos o texto de Romanos, vamos perceber uma linha traçada por Paulo com relação a isso que discutimos.

1.     Como deve ser a vida livre do pecado pela graça? (Rm 6 :1-23)

2.     Porém, mesmo livres estamos sujeitos ao pecado por causa da nossa natureza carnal. (Rm 7 1-25)

Note que perseverar, significa ter persistência, continuidade, mas, não que nunca iremos cair. Não vejo que o crente verdadeiro não está sujeito a fracassar ou mesmo cair na tentação e no pecado. Muitos crentes bíblicos caíram, mas não caíram da graça de Deus!

·      Miq. 7:8: “Ó inimiga minha, não te alegres a meu respeito; ainda que eu tenha caído, levantar-me-ei, se morar nas trevas o Senhor será a minha luz.”

 ·       1 Jo 1: 8: “ Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós.” 

·      Salmos 37:23-24: “O Senhor firma os passos do homem bom e no seu caminho se compraz; se cair, não ficará prostrado, porque o Senhor o segura pela mão.”

 ·      Rm 7:15-20: “Porque nem mesmo compreendo o meu modo de agir, pois não faço o que prefiro e sim o que detesto. Ora, seu faço o que eu não quero, consinto com a lei que é boa. Neste caso, quem faz isso já não sou eu  e sim o pecado que habita em mim. Pois sei que em mim, isto é, na minha carne não habita bem nenhum, pois o querer o bem está em mim; não, porém o efetuá-lo”.

 ·      1 Tm 1:15: “Fiel é a palavra e digna de toda a aceitação: que Cristo veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais EU SOU O PRINCIPAL.

 Se partimos do pressuposto de que quando pecamos, perdemos a Salvação e o Espírito nos deixa, como seria coerente pensar que Paulo está escrevendo essas cartas inspirado pelo Espírito Santo, já que ele mesmo se reconhece como o maior dos pecadores?

Abraão, Davi, Moisés, e até o apóstolo Paulo caíram em gravíssimos erros, porém, não encontramos em nenhum texto bíblico que eles perderam a Salvação e depois encontraram novamente, mas que se recuperaram da situação de pecado, porque o poder de Deus segura o seu servo genuíno!

 3.     Mesmo assim, não existe condenação pois somos penhorados pelo selo do Espírito Santo de Deus (Rm 8 1:39/Ef 1: 13,14)

Quando lemos os textos de  João 3:16, 5:24 e 10:28  nos deparamos várias vezes com a expressão “Vida eterna” que significa vida DEFINITIVA. Se o crente está salvo por somente alguns dias (até fracassar, ou cair) ele jamais teve vida realmente ETERNA, e sim, vida PROVISÓRIA; ou temporária. “Perecer” significa “perder-se”, ser condenado para o inferno. Os textos citados acima dizem claramente que o crente NUNCA HÁ DE PERECER!

Em Romanos 8 : 29-30, Paulo diz o seguinte: “Porquanto aos quais de antemão conheceu, também os predestinou para serem conforme a imagem do seu Filho, afim de que Ele seja primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a estes também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou, e aos que justificou, a esses também glorificou”. 

Quando estudamos esses texto no original grego, nota-se que estes verbos que estão no passado (conheceu, predestinou, chamou, justificou, glorificou), estão conjugados num tempo chamado Aoristo, que quer dizer, passado e já definitivo, inclusive a nossa glória diante de Deus. Portanto, seria incoerente mais uma vez pensar que podemos perder a salvação visto que já somos justificados e glorificados diante de Deus. 

 Desde a eternidade Deus já havia nos escolhido para sermos salvos. Pelo seu Espírito Ele nos chamou e nos justificou mediante a fé pois toda a lei foi cumprida em nós por intermédio de Jesus, por quem obtivemos acesso a Deus, pela fé, e é nesta graça que estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus. E não somente isto, mas também nos gloriamos nas próprias tribulações, sabendo que as tribulações produzem perseverança! Por isso, eu dependo exclusivamente da Graça dele.

Não pelo nosso poder mas, o verdadeiro crente está guardado pelo poder de Deus para sua herança celestial, a qual também está segura, reservada e guardada para Ele no céu. (I Pedro 1:3-5). Todo crente, por fraco que seja, está SEGURO NAS MÃOS DE CRISTO, O FILHO, E DE DEUS, O PAI (João 10:27-30), além de continuamente estarmos guardados pelo Espírito Santo! Assim o crente goza de uma segurança assegurada por todas as três Pessoas da Trindade!

·      Ef. 1: 13,14: ”em quem também vós, depois de ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nEle também crido, fostes SELADOS com o Santo Espírito da promessa; o qual é o penhor da nossa herança ATÉ O RESGATE DA SUA PROPRIEDADE, em louvor da sua glória.

 Ou seja, nós ouvimos, cremos, e somos SELADOS pelo Santo Espírito! Ele é a garantia da nossa Salvação! Cristo penhorou o Santo Espírito como garantia de que somos dele ATÉ O RESGATE DA SUA PROPRIEDADE, ou seja, esta propriedade somos nós!

Voltando, observe o que Paulo diz na sua carta de Efésios com relação a Salvação e obra:

 ·      Ef 2:8-10: “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus. Não de obras para que ninguém se glorie. Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nela.

·      Outro ponto que Paulo nos mostra sobre a obra está em Gl 2:21: “Não anulo a graça de Deus; pois, se a justiça é mediante a lei, segue-se que morreu Cristo em vão.” 

Porém, também acredito que não podemos nos sustentar no argumento da Graça para que vivamos uma vida de pecado deliberadamente, pois não fomos criados para isso! Já dizia Paulo em Rm 6: 1,2 “ Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que seja a graça mais abundante? De modo nenhum!…”. Essa é a razão da nossa luta! Sabemos que somos pecadores e sabemos que não foi para isso que fomos criados! Por isso a importância da Santificiação (que é muito diferente de justificação)

 No v. 10, Paulo fala que “… somos criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nela”. Ou seja, nós fomos criados para adoramos a Deus com as nossas vidas!

 

 Espero que este estudo tenha clareado um pouco sua idéia sobre a teologia reformada (calvinista) e como nós compreedemos como é o nosso relacionamento com Deus!

Que o Espírito Santo ilumine sua mente durante esta meditação e que tudo isso, seja para edificação da sua vida e acima de tudo, para a glória de Deus.

3 Respostas to “Salvação pela Graça!!!”

  1. Guiles Says:

    Esse filho tomou sopa de letrinha… li faz uns dias e ainda tô considerando…

    Que Deus te abençoe Nel 😀

  2. José Otavio Says:

    Caramba Nel… realmente é muito bom o texto… a minha maior luta na escola, a qual peço que você compartilhe com sua igreja em oração por mim, é falar no estudo bíblico que faço lá sobre a teoria da predestinação e pela salvação por graça, e não por obras! A maioria de lá é católico e não aceita isso.. pra mim está sendo difícil, mas sei que o propósito de Deus sobre aquelas vidas é maior do que a dificuldade que passo! Não deixe de orar por isso…

    Como falei, você escreve muito, em qualidade e quantidade, muito legal rsrs! Deus te abençõe, e um grande abraço.

  3. José Otavio Says:

    Caramba Nel… realmente é muito bom o texto… a minha maior luta na escola, a qual peço que você compartilhe com sua igreja em oração por mim, é falar no estudo bíblico que faço lá sobre a teoria da predestinação e pela salvação por graça, e não por obras! A maioria de lá é católico e não aceita isso.. pra mim está sendo difícil, mas sei que o propósito de Deus sobre aquelas vidas é maior do que a dificuldade que passo! Não deixe de orar por isso…

    Como falei, você escreve muito, em qualidade e quantidade, muito legal rsrs! Deus te abençõe, e um grande abraço.

    E dia 16 estamos ae! hehehe ^^

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: