Deus (in)justo?

Publicado originalmente no Blog Verbonline [http://verbonline.blogspot.com/2010/03/deus-injusto.html]

Antes de mais nada, vou fazer um resumo do que aconteceu no capítulo 3 e 4 do livro de Atos:

  • Sem fazer nenhum alarde, Pedro e João operaram um milagre pelo nome de Jesus e um paralítico de nascença voltou a andar;
  • Ao ver o homem andar todo o povo ficou maravilhado e correu atrás dos dois apóstolos;
  • Muito sabiamente eles explicaram que foi a fé em Jesus que curou o homem e que portanto não deveriam ser idolatrados;
  • De quebra, Pedro e João ainda pregaram as boas novas, chamando o povo ao arrependimento.

Até aqui só vimos boas ações, certo? Pedro e João foram humildes, fizeram o bem a um homem marginalizado, deram a glória a Deus e ainda pregaram as boas novas para uma multidão.

Como você espera ser recompensado quando faz as coisas corretamente?
Certamente não espera receber o que Pedro e João receberam naquele momento. O texto diz que enquanto eles ainda falavam com o povo, os sacerdotes e outras autoridades os agarraram e os prenderam. No dia seguinte eles foram julgados diante de várias autoridades e foram duramente ameaçados (Atos 4.1-3).
Que coisa, hein? Alguns de nós poderiam ficar tristes, abatidos, chateados com Deus, murmurando pelos cantos…

Atos 4.23 conta que Pedro e João voltaram para junto de seus companheiros e oraram a Deus dizendo:

Opção 1) “Deus, por que o Senhor deixou isso acontecer?”
Opção 2) “Onde é que o Senhor estava quando nos prenderam e nos ameaçaram? Estávamos fazendo a tua obra!”
Opção 3) “Deus, obrigada pelo livramento, mas não permita que isso aconteça novamente, por favor!”
Opção 4) Nenhuma das anteriores.

Confira você mesmo a resposta em Atos 4.24-31, mas posso dizer que eles começaram a oração adorando a Deus e admitiram sua soberania. Depois reconheceram que tudo o que lhes acontecera já tinha sido planejado por Deus e tinha um propósito maior. Terminaram pedindo que Deus desse a eles confiança e coragem para continuarem anunciando a Palavra e pediram também que Deus fizesse ainda mais milagres e maravilhas entre eles.

Se eles já estavam cheios do Espírito Santo ficaram ainda mais! Diz o versículo 31 que o lugar em que estavam tremeu e Deus respondeu a oração deles imediatamente: “eles começaram a anunciar corajosamente a Palavra de Deus”.

Assim como eu, você também tem a sensação de que ainda tem muito o que aprender? Em se tratando de orar e pedir segundo o coração de Deus, Pedro e João deram uma lição e tanto!

Aline Cândido

Tags: , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: